Confira 4 benefícios que animais de estimação fazem à saúde

Publicado em 11 de março de 2020

Em 2009, o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, liberou a visita de animais de estimação a pacientes internados até mesmo em unidades semi-intensivas. Entre outros benefícios, a presença dos pets deixa o período do tratamento mais humanizado e promove o bem-estar do paciente.

Recentemente, várias instituições também adotaram essa prática. Em estados como o Rio Grande do Sul, surgiram projetos de lei para regularizá-la. Essas decisões são recentes, mas já há estudos que apontam essas vantagens há um bom tempo.

Hoje vamos comentar alguns bons motivos pelos quais adotar um animalzinho pode melhorar seu bem-estar e saúde, veja só!

1. Bichos de estimação diminuem o estresse

Segundo um estudo da Universidade Estadual de Nova York (EUA), os pets são aliados no combate ao estresse. No teste, eles mediam o nível de tensão em quatro situações:

  1. sozinho;
  2. com o parceiro;
  3. com o bicho de estimação;
  4. com o parceiro e com o bicho de estimação.

A terceira, apenas com o pet, foi a situação em que identificaram os menores níveis de estresse.

2. Pets ajudam a combater os sintomas de doenças como depressão

Os animais de estimação são bons companheiros nos momentos de solidão, tristeza e ansiedade. Diversas pesquisas no mundo inteiro já citaram seus benefícios nesse sentido.

Uma das especialistas que ressalta a importância dessa relação é a psicóloga Jéssica Andressa da Silva Oliveira. Em entrevista ao G1, a profissional apontou que essa relação pode ajudar a prevenir a asma em crianças e contribuir para o tratamento de doenças como depressão e Alzheimer em idosos.

O contato com animais está relacionado à produção de neurotransmissores que melhoram o humor, como a ocitocina e a serotonina. Esse é um dos principais motivos da sensação de bem-estar após brincar com um pet.

3. Animais de estimação diminuem sintomas alérgicos

Pode parecer contraditório, mas não é: a convivência com animais deixa o corpo mais forte contra alergias. Estudos feitos por um pesquisador da Universidade de Wisconsin-Madison mostraram que as crianças que têm animais de estimação, como cães ou gatos, possuem 33% a menos de chance de desenvolver quadros alérgicos.

4. Gatos ajudam a curar ossos e músculos

Apesar de parecer coisa de outro mundo, é cientificamente comprovado que o convívio com gatos contribui para a cicatrização de ossos e músculos. Esse fenômeno foi descrito em uma análise publicada em 2006 pela Scientific American.

O segredo está no ronronar, o simpático barulhinho emitido pelos bichanos, que tem um poder de cura para o nosso corpo. O som do ronronado está em uma frequência que varia entre 20 e 140 Hz (hertz, uma unidade de medida do som) e daí vem os “poderes” curativos.

Outros estudos já avaliaram que ondas de som na frequência entre 25 Hz e 50 Hz ajudam no processo de cicatrização dos ossos. Além disso, essa mesma frequência influencia a cura de tecidos como músculos, tendões e ligamentos, além de amenizar infecções e inchaços.

Quer saber mais dicas de como melhorar a sua saúde? Siga a Multimed no Instagram, Facebook e LinkedIn.

Compartilhar

Assine a Newsletter

Fique por dentro dos nossos serviços e receba informações sobre cuidados com a saúde.