Conheça 7 dicas para você dormir melhor

Publicado em 5 de dezembro de 2019

Como você avalia a qualidade do seu sono? Poucos devem responder que o consideram excelente, pois para muita gente, graças ao estrese, à correria e as preocupações do dia a dia, a noite passa rápida demais, o sono é picado ou, nos casos mais sérios, a pessoa praticamente nem dorme. O texto de hoje vai te ajudar a garantir um sono mais leve e muito mais tranquilo.

Ter uma boa noite de sono, e isso não quer dizer dormir muito tempo, mas sim dormir com qualidade, faz toda a diferença para a saúde. Distúrbios do sono como a insônia trazem prejuízos sérios à saúde e à rotina, por isso existem diversos tipos de tratamentos, remédios e fitoterápicos.

Porém, nos casos em que há um distúrbio do sono em situação ainda inicial, ou seja, que sintomas estão apenas começando, é possível reverter a situação mudando alguns hábitos e adotando outros.

Confira.

1 – Colchão e travesseiros, é preciso trocar?

O conforto é essencial para um bom sono. Não é necessário gastar uma fortuna, mas é preciso que seu colchão e travesseiros garantam uma noite de sono confortável e correta para a postura.

Acordar frequentemente cansado, com dores musculares ou dores nas costas, pode ser indicativa de que chegou a hora de trocar de colchão ou travesseiro. Lembre-se de comprar um colchão adequado para o seu peso e um travesseiro confortável em relação à sua postura e largura dos ombros.

2 – “Respira e não pira”!

Segundo a médica Fernanda Haddad, coordenadora do Departamento de Medicina do Sono da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, em entrevista ao site da Exame, “os principais sintomas dos pacientes que apresentam distúrbios respiratórios do sono são a sonolência diurna, problemas de concentração e de memória, irritabilidade, dentre outros”.

A respiração é fundamental para dormir bem, distúrbios respiratórios podem atrapalhar sua noite de sono fazendo com que você acorde com o próprio ronco ou até acorde com engasgo, tenha despertares noturnos, ou micção involuntária etc. portanto, se você sofre com isso, procure um profissional!

3 – Seu quarto precisa estar adequado

Feche as janelas ou persianas, desligue a TV e apague as luzes da casa. Dormir em um ambiente que fica sujeito à claridade faz mal para o sono. A claridade faz seu cérebro acreditar que ainda é dia, com isso ele pode produzir menos melatonina (substância conhecida como hormônio do sono), dificultando a entrada no estágio de sono REM (sono profundo).

Barulhos fazem com que o cérebro se distraia e demore mais a relaxar e adormecer, por isso desligue qualquer aparelho que emita sons altos, como TVs, aparelhos de som, ventiladores barulhentos etc.

4 – Evite álcool e estimulantes antes de dormir

Bebidas energéticas; bebidas cafeinadas, como café, refrigerantes, chá preto e mate; guaraná, ou bebidas alcoólicas contém substâncias que atrapalham o sono, por esse motivo o consumo é contraindicado antes de dormir.

Além disso, a alimentação faz toda a diferença. Evite alimentos pesados antes de se deitar, opte por refeições leves como frutas, cereais, saladas etc.

5 – TV e celulares? Estão proibidos!

Para adormecer mais rápido e ter uma melhor qualidade no sono, é preciso abandonar o hábito de ficar assistindo televisão até a hora de dormir, ou ficar trocando mensagens e conferindo as redes sociais no celular antes de adormecer.

Além de ser um entretenimento estimulante, que atrapalha o cérebro no processo de adormecer, a chamada “luz azul” presente nas telas de celulares, tablets e computadores, inibe a secreção da melatonina como constatou o estudo feito pela Universidade de Haifa, em Israel.

6 – Relaxe antes de dormir!

Após desligar os eletrônicos (pelo menos 30 minutos antes de dormir) é hora de relaxar! As possibilidades são muitas e as recompensas para o bem-estar ainda maiores. Deixar uma luz fraca e confortável para os olhos e fazer uma leitura agradável, é uma boa pedida! Mas evite conteúdos muito densos ou estimulantes para não ter efeito contrário.

Se você pratica meditação, ou tem vontade de praticar, esse é um ótimo momento. Aproveite para meditar por 30 minutos, seu corpo irá relaxar e seu cérebro terá condições de adormecer muito mais tranquilamente. Por fim, um banho quente ajuda a relaxar os músculos, diminuir enxaquecas, limpar o muco dos pulmões com o vapor e diminui a tensão, facilitando o adormecimento.

7 –Exercite-se e se alimente corretamente

A rotina tem um impacto muito importante na qualidade do sono, portanto pratique exercícios diariamente como natação, caminhadas, musculação, artes marciais, dança, há opções para todos os gostos, o que não pode é deixar de se exercitar, mas evite atividades próximas à hora do sono para não atrapalhar o adormecimento.

A alimentação também deve ser saudável e equilibrada, contendo todos os nutrientes indicados. Em caso de dúvidas ou para saber como fazer uma alimentação bem balanceada, não dispense uma visita ao nutricionista.

Se você mudar alguns hábitos, as melhoras no seu ciclo de sono vão começar a aparecer! Que tal começar com a alimentação? Confira o nosso guia de alimentação saudável e dê o primeiro passo!

Compartilhar

Assine a Newsletter

Fique por dentro dos nossos serviços e receba informações sobre cuidados com a saúde.