Por que o exame admissional é essencial para a empresa?

Publicado em 10 de junho de 2020

Todo mundo que já teve carteira assinada realizou um exame admissional em algum momento da sua vida profissional. Na maioria dos casos, ele consiste em algumas perguntas e exames simples, parecidos com o que é feito em uma consulta de rotina com um clínico geral.  

Porém, esse procedimento é extremamente importante para resguardar tanto a empresa quanto o colaborador. Isso vale especialmente para funções que geram algum risco de saúde ou com atividades que exijam um bom condicionamento físico. 

Para saber mais sobre porque o exame admissional é tão importante, continue lendo o texto! 

O que é um exame de admissional? 

Um exame admissional é um processo para verificar se um profissional está apto a assumir determinada função em termos de saúde. Geralmente, ele é realizado por uma empresa especializada em medicina do trabalho.  

Previsto nartigo 168 da CLTesse processo é obrigatório para toda contratação com carteira assinada. Vale reforçar que a empresa contratante é a responsável pelo pagamento dos exames. 

Na maioria dos casos, os seguintes procedimentos são realizados durante um exame admissional. 

  • Uma breve entrevista sobre o histórico de saúde do novo colaborador e da sua família. 
  • Um exame físico, que envolve a medição de pressão e batimentos cardíacos, por exemplo.
  • Uma análise do risco operacional das ocupações anteriores do profissional. 

Dependendo do tipo de ocupação, podem ser realizados outros tipos de exame. No entanto, não podem ser realizados testes de HIV, esterilidade ou gravidez. A exigência desses testes é considerada discriminatória, por isso elenão podem ser demandados pela empresa como parte dos exames admissionais. 

Mulher fazendo um exame oftalmológico como parte dos exames admissionais.

Legenda: Exames de visão e audição são alguns procedimentos que podem fazer parte do admissional para alguns tipos de função.

Após o exame, o profissional recebe um atestado de saúde ocupacional (ASO) emitido pelo médico do trabalho. Esse documento apresenta informações sobre o estado de saúde do colaborador e os possíveis riscos da função assumida. 

Quais são as consequências de não fazer um exame admissional? 

Como já mencionamos neste texto, o exame admissional tem como finalidade garantir que o profissional tem a saúde necessária para desempenhar sua função. Sendo assim, uma das consequências de não realizar o admissional é assumir o risco de contratar um colaborador inapto para exercer aquele cargo em termos de saúde. Isso é um perigo também para o trabalhador, que pode ter uma piora na sua saúde devido ao trabalho. 

Médico do trabalho realizando um exame admissional com um homem cadeirante.

Legenda: No caso da contratação de pessoas com deficiência, o ASO contém informações sobre as necessidades daquele profissional.

Além disso, como o exame admissional é uma exigência da leia empresa pode passar por um processo trabalhista caso não o façaPorém, os riscos do ponto de vista jurídico não param por aí. Caso o empregado possua alguma condição de saúde desenvolvida em um emprego anterior, a nova contratante pode ser responsabilizada. Com um exame admissional, isso não acontece.  

Uma vez que a empresa possui consciência do estado de saúde do profissional, a organização está mais ciente dos possíveis riscos que ele passa ao desempenhar sua função.  Assim, é possível atuar de maneira mais precisa na prevenção de acidentes de trabalho.  

Gostou do texto de hoje? Compartilhe-o nas redes sociais! 

Compartilhar

Assine a Newsletter

Fique por dentro dos nossos serviços e receba informações sobre cuidados com a saúde.